aspas esq Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo,

           qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim     aspas dir

                                                                                             CHICO XAVIER

Estudos Doutrinários de Espiritismo - Inscrições Abertas

Grupos de Estudo para 2017/2018 - Requer pré-inscrição

Veja mais

Diálogos Espíritas - Os Vícios e as Virtudes

Expositora: Sónia Santiago - Domingo 1 de Outubro 2017 das 17h às 19h

Veja mais

Palestras José Herculano Pires

Terça-feira 26 de Setembro 2017 das 14h às 19h

Veja mais

Temas Partilhados - A Mensagem Ecológica do Espiritismo

Quartas Feiras das 18:30 às 19:15

Veja mais

Espiritismo e as Transformações Sociais

Roteiro de Luz nº176

Veja mais

O que é o Espiritismo

 

“O espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os espíritos; como filosofia, compreende todas as consequências morais que dimanam dessas mesmas relações”.

Allan Kardec (O que é o Espiritismo)

O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal. Allan Kardec (O que é o Espiritismo, Preâmbulo)

“O Espiritismo realiza o que Jesus disse do Consolador prometido: conhecimento das coisas, fazendo que o homem saiba donde vem, para onde vai e por que está na Terra; atrai para os verdadeiros princípios da lei de Deus e consola pela fé e pela esperança.”

 

Allan Kardec (O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. VI, item 4)

Princípios da Doutrina Espírita

“Deus é eterno, imutável, imaterial, único, todo-poderoso, soberanamente justo e bom.” “Os Espíritos vestem temporariamente um corpo material perecível, cuja destruição pela morte lhes devolve a liberdade.” “As comunicações dos Espíritos com os homens são ocultas ou ostensivas. As comunicações ocultas ocorrem pela influência boa ou má que exercem sobre nós sem o sabermos; cabe ao nosso julgamento discernir as boas das más inspirações. As comunicações ostensivas ocorrem por meio da escrita, da palavra ou outras manifestações materiais, muitas vezes por médiuns que lhes servem de instrumento.” “As diferentes existências corporais do Espírito são sempre progressivas e o Espírito nunca retrocede, mas o tempo necessário para progredir depende dos esforços de cada um para chegar à perfeição.” “Os Espíritos encarnados habitam os diferentes globos do universo.” “A moral dos Espíritos superiores se resume, como a de Cristo, neste ensinamento evangélico: ‘Fazer aos outros o que quereríamos que os outros nos fizessem’, ou seja, fazer o bem e não o mal. O homem encontra neste princípio a regra universal de conduta, mesmo para as suas menores acções.”

 

(O Livro dos Espíritos, Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita, item 6)

Prática Espírita

Toda a prática espírita é gratuita, dentro do princípio do Evangelho: "Dai de graça o que de graça recebestes". A prática espírita é realizada sem nenhum culto exterior, dentro do princípio cristão de que Deus deve ser adorado em espírito e verdade. O Espiritismo não tem corpo sacerdotal e não adopta e nem usa em suas reuniões e em suas práticas: paramentos, bebidas alcoólicas, incenso, fumo, altares, imagens, andores, velas, procissões, talismãs, amuletos, sacramentos, concessões de indulgência, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais, búzios, rituais, ou quaisquer outras formas de culto exterior.

O Espiritismo não impõe os seus princípios. Convida os interessados em conhecê-lo a submeter os seus ensinos ao crivo da razão antes de aceitá-los. A mediunidade, que permite a comunicação dos Espíritos com os homens, é um dom que muitas pessoas trazem consigo ao nascer, independentemente da directriz doutrinária de vida que adopte.

Prática mediúnica espírita só é aquela que é exercida com base nos princípios da Doutrina Espírita e dentro da moral cristã. O Espiritismo respeita todas as religiões, valoriza todos os esforços para a prática do bem, trabalha pela confraternização entre todos os homens independentemente de sua raça, cor, nacionalidade, crença ou nível cultural e social, e reconhece que "o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza". "Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei." "Fé inabalável só a é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade". "Fora da caridade não há salvação".

O estudo das obras de Allan Kardec é fundamental para o correcto conhecimento da Doutrina Espírita.

 

Pin It